a profecia

não houve simetria
apenas o lado reverso
reflexo de algum passado sem remédio
a última pílula da vida
o único segredo sentado na calçada
viu a chuva
escorreu as doenças humanas pela rua
não se deixou levar
a carcaça é dura
os cabelos brancos
perguntem do beijo
que envelheceu uns anos
é úmido com gosto de defunto
não é pra ser bonito

o que tem na saudade?

mais alguém morto
de ciúmes
de desejo
de poder
água negra ecoando
no centro da fonte
alguma canção desidratada e poluída
com gemidos de quem se assassinou
um beco sem saída
rua escura
gato manco
um assobio de quem veio trazer sua morte
de tanto sangue seco
depois que parou de chover
não se ouvem anjos
veio o silêncio canonizar seu amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s