até breve

Ali, atrás da porta, esconde-se
Onde ninguém procura resposta
Na dobradura é que funde-se
Entre fechar e abrir à mostra
O mergulho dessas dúvidas
A fonte de todos os devaneios
Forma de construção lúdica
Daquilo que nasce sem arreio

Que não seja pela metade
Sinta antes que acabe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s