ousadia

o caos é minha morada
a fome o meu alimento
meu caminho o tormento
e a cicatriz é minha estrada

na dor eu sobrevivo
na ânsia eu atravesso
viro a intensidade do avesso
numa fé arriscada, fico de sobreaviso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s