mais uma dose

diga você
se fosse possível escrever com lábios
qual poesia era feita no beiral do meu pescoço?
se fosse possível desenhar com olhos
qual grafite teria nos muros vazios do meu peito?
se fosse possível compôr com suspiros
qual música tocaria nos meus órgãos internos?

diga-me você
se fosse possível rasgar os desejos
qual peça de roupa se rasgaria primeiro?
se fosse possível apagar as censuras
por onde a borracha passaria primeiro?
se fosse possível derreter as culpas
com que liquidez me beberia vorazmente?

diga então você
quantas garrafas são necessárias esvaziar?
quantas garrafas são necessárias encher?
quantas garrafas são necessárias transbordar?
quantas garrafas são necessárias preencher?

diga-me você
se fosse possível se inebriar
seria de culpa ou de arrependimento?
se fosse possível se embebedar
seria de desejo ou de satisfação?
se fosse possível se embriagar
em quantas doses me tomaria enfim?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s