como canibais

te comeria pelas bordas
mas em vez de te experimentar
abro-te e arranco todas as tripas
eu que nunca fui muito de bucho
precisei me deliciar na sua carne crua
pulsar o sangue na boca
e ser predativa aos dentes

te fiz comida
em cada arroubo
em cada mordida
ficamos animal aberto
sobre a mesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s