bandidos da luz vermelha

me cospe dentro do copo
e me bebe de volta, cretino
lambe a mesa suja e rasga o meu peito

faça tudo isso com essa serenidade
que desdenha de mim
enquanto sou interruptor que acende

eu sou latente
dentro
com vários berros que me traem

cê fica ai de pouco caso
bebendo essa cerveja choca
enquanto meu beijo descongela

e esparrama sobre a mesa
te molhando todo

que confusão escrota!
a gente deveria estar sem roupa

mas o jogo de esperar o outro
se perder nos olhos e na boca
é mais estratégico

xeque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s