apaticamente fechado

te comi a esmo
pra ver se algo me acometia
se a carne pulsava
se o sangue escorria
mordi pra arrancar pedaço
levar-te em minha boca
digerir sua insanidade
pra ver se feria
pra ver se doía
te comi até o bagaço
pra ver se algo me atingia
se eu era flechada
ainda viva ou se morria

mas continuei a esmo
sem ferimentos
sem costura
não existe cicatriz na apatia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s