não é sobre você

eu gosto de janelas
que dão para a rua iluminada
que refletem faróis noite adentro
onde posso me apoiar nua
onde baforo meu cigarro
a silhueta contra as estrelas

eu gosto do quarto andar
com o número na sua porta
a resposta para a pergunta universal
guardamos dentro como uma medida
que cabe na sua mão quando me toca
ou nos seus pés quando te fotografo

eu gosto do seu café
o gosto de canela no fundo
nenhuma xícara limpa na pia
marca de batom na borda
gosto de manhãs que abraçam
e do seu beijo de despedida

eu gosto disso ou daquilo
detalhes afrescos de sorriso
tom de voz aveludado
espelho no elevador
botas gastas de couro
camiseta vermelha que dorme

eu gosto até do acaso sacana
de você estar no lugar errado
na hora errada do meu sábado
almoço agridoce na praça
enquanto deslizo a calçada
querendo afundar num buraco
pra que não me visse

mas rindo por dentro por ter visto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s