sobre o carnaval passado

língua de fevereiro uma acerola
os pés na terra argila afunda
a pedra o musgo a água

ah o mergulho

tiramos a roupa viramos lama
feitos do barro que explode
pedaços de projetos humanos
nadaram pelados no lago

do amor

usamos galochas e biquinis
descalços e com a cabeça coberta
perigo era tomar sol e não um porre

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s