(re)fluxus

A coletânea “(re)fluxus” é composta de poemas escritos sob fluxo de consciência, uma técnica utilizada quando o compositor literário traz à tona palavras, pensamentos e sentimentos imediatos, sem racionalizar a estrutura textual. Junto a esta técnica, combinam-se o pessimismo, o pecado, a sujeira, a melancolia e ode à morte e à putrefação.

Projeto em andamento.

Para conferir alguns poemas, acesse: (re)fluxus.