se essa rua fosse minha

Luíza não sabe tão bem o que quer fazer da vida, mas quando decide o que fazer não há nada que a impeça. Entre a impulsividade e a autossabotagem, ela não pensa duas vezes quando se trata de ferir as pessoas ao seu redor. Poderia ser mais uma história banal sobre um carnaval de rua, mas até onde vai o fel quando o diagnóstico é dado?

Leia um rascunho: se essa rua fosse minha